Dicas

Dicas

    Chás e temperos, como utilizar?

    Cada chá tem uma utilidade específica. A maioria deles é utilizada como infusão, mas podem ser utilizados também no cabelo ou pele. Alguns chás e suas utilidades:

    MALVA: Chá utilizado em problemas respiratórios e também é antiinflamatório.
    ALFAVACA: Pode ser utilizado em gargarejos contra mau hálito e dores de garganta, além de servir de tempero para alguns pratos de nossa culinária.
    CAMOMILA: Bom digestivo e calmante.
    MANGERICÃO: Além de ser bom para tempero para molhos vermelhos, é também bom digestivo.

    Trabalhamos também com BOLDO, ERVA CIDREIRA, GUACO, GUINÉ, HORTELÃ, MANJERONA, MELISSA, ORÉGANO, ALECRIM, MENTA, POEJO, QUEBRA TUDO, ARRUDA, TOMILHO ETC...

    Como fazer minha horta?

    Para cultivar uma horta orgânica, primeiramente é necessário escolher um local onde pegue incidência de sol pelo menos durante quatro horas diárias. É necessário também que se misture à terra algum substrato rico em matéria orgânica. O ideal é que essa terra seja leve, livre de torrões ou qualquer tipo de gramínea. Plante as hortaliças com mais ou menos vinte centímetros de distância uma da outra para terem espaço para desenvolverem. Mantenha a terra sempre úmida e, se necessário, pulverize fungicidas. Cada vegetal tem seu tempo de colheita. Caso você não tenha espaço suficiente para o plantio de uma horta, uma boa opção é fazer o cultivo das mesmas em jardineiras, vasos personalizados ou de barro.

    Rega

    Plantas dispostas em jardins mais amplos são presumivelmente mais resistentes ao clima. A rega não precisa ser então, muito seletiva, podendo ser molhadas com mangueiras ou regadores de forma abundante. Já plantas dispostas em vasos o ideal é não molhar folhas nem flores, mas diretamente no ‘pé’ da folhagem. É aconselhável não deixar acumular água nos pratos das plantas, pois isso dificulta a circulação de ar entre as partes subterrâneas propiciando o apodrecimento das raízes.

    Luminosidades

    Algumas plantas necessitam sol pleno, mesmo no tórrido do verão - é o caso de suculentas, cactos e plantas que apresentam mais coloração, tanto com flores quanto em suas folhas. Mas devemos levar em conta que todas as plantas, direta ou indiretamente necessitam de incidência de luz, pois é ela que fornece sua nutrição, propiciando, dessa forma, seu crescimento. Já as plantas de interiores necessitam apenas de claridade para um bom desenvolvimento. Sempre consulte o vendedor na hora de sua escolha.

    Como manter meu gramado sempre bonito e saudável?

    Depois de algum tempo, o aparecimento de ervas daninhas no gramado é natural.
    Devemos fazer a remoção das mesmas antes do corte da grama sempre, pois quando feita com freqüência, diminui as infestações. Para que seu gramado fique saudável, é necessário adubá-lo periodicamente, de acordo com sua necessidade.
    Observações: O corte da grama deve ser feito com máquina com lâmina bem afiada para não repicar a folha e nem amarelar a mesma. A máquina com fio de nylon é usada somente para fazer acabamentos como cantos de muros e de canteiros. É também necessária uma camada de cobertura de terra peneirada no mínimo uma vez ao ano.
    O corte da grama deve ser feito a cada dez dias no verão, sempre no meio da folha. No inverno o corte pode ser feito uma vez por mês ou de acordo com a necessidade.

    Podas

    Existem basicamente três tipos de poda. A de CONFORMAÇÃO, que serve para dar um formato à planta de acordo com o tipo de utilização que se deseja dar a ela. É o caso de trepadeiras e arbustos. A de LIMPEZA serve para remoção de galhos secos ou danificados. Essa poda é recomendada para todas as plantas independente de sua forma ou espécie. Já a poda de BELISCÃO é recomendada para estimular brotações, flores e frutos por meio da eliminação da ponta do ramo principal.

    OBS.: Esse tipo de poda não pode ser utilizado em qualquer planta.

    Pragas de jardim, como tratar?

    Primeiramente devemos identificá-las: Cochonilhas (pontos pretos /marrons) que sugam a seiva da planta; Formigas, que atacam e cortam a folha; Lagartas, que se alimentam da folha; Lesmas/caracóis, que se alimentam da folha e pulgões (pequenos pontos verdes/pretos/marrons/brancos/amarelos) que fixam-se em caules e folhas para sugar a seiva. Deve ser então utilizado o produto específico para cada situação.

    Replantios, como fazer?

    Com o tempo as plantas podem precisar ser trocadas de recipientes para poderem se desenvolver. Uma indicação dessa necessidade é quando as raízes começam a sair por baixo do pote de seu plantio. Quanto maior o espaço para o seu desenvolvimento, mais saudável e bonita ficará. No transplante de plantas cultivadas no solo devemos ter o cuidado com a época do replante de cada espécie.

    Que terra devo utilizar?

    Você pode utilizar a terra que já existe em seu jardim ou, de preferência, fazer uma mistura de partes iguais de terra orgânica e areia. A terra garantirá a nutrição da planta e a areia o escoamento da água das chuvas e regas. Antes de utilizar qualquer terra é valido ressaltar que é importante remexê-la e soltá-la, para que fique livre de torrões e de ervas daninhas.